APARTAMENTO EM COPACABANA

ModalidadePresencial
Local do leilãoAv. Erasmo Braga, 115, Hall dos Elevadores, Centro
Aguardando datas
AberturaFechamentoLance Inicial
--R$ 1.085.805,64

DO(S) BEM(NS) OBJETO DO LEILÃO:Conforme Laudo de Avaliação Indireta de Fls. 116 com ratificação nas Fls. 129:Direito e ação do apartamento nº 702 do Edifício denominado “Majah”, situado na Avenida Nossa Senhora da Copacabana, nº 860, em Copacabana, Rio de Janeiro/RJ. Matriculado no 5º Oficio do RGI sob o nº 99422 e na Prefeitura sob o nº 0731862-9 e CL nº 06888-2.DO EDIFICIO: Construção antiga, 1946, ocupação residencial, com doze pavimentos e dois apartamentos por andar. Apresenta o hall social com porta de ferro envidraçado e piso em mármore. É servido por três elevadores. APARTAMENTO: De fundos, situado no sétimo pavimento, com área edificada de 145ms2. TERRENO: Onde está edificado o imóvel, encontra-se descrito, caracterizado e confrontado na matricula supramencionada.

 

DA AVALIAÇÃO:Assim, avaliado o bem acima descrito, indiretamente na data de 08/12/2011, conforme fls. 116, e ratificado às fls. 129, no valor de R$ 1.500.000,00 (um milhão e quinhentos mil reais), correspondentes a 659.282,7004 UFIR, que atualizadas nesta data perfaz o valor de R$ 2.171.611,28 (Dois milhões e cento e setenta e um mil e seiscentos e onze reais e vinte e oito centavos).

APARTAMENTO EM COPACABANA

  • APARTAMENTO EM COPACABANA
StatusFECHADO
Maior Lance
Usuário
Avaliação2.171.611,28
Lance mínimo1.085.805,64
Incremento10.000,00
Área de lances

DO(S) BEM(NS) OBJETO DO LEILÃO:Conforme Laudo de Avaliação Indireta de Fls. 116 com ratificação nas Fls. 129:Direito e ação do apartamento nº 702 do Edifício denominado “Majah”, situado na Avenida Nossa Senhora da Copacabana, nº 860, em Copacabana, Rio de Janeiro/RJ. Matriculado no 5º Oficio do RGI sob o nº 99422 e na Prefeitura sob o nº 0731862-9 e CL nº 06888-2.DO EDIFICIO: Construção antiga, 1946, ocupação residencial, com doze pavimentos e dois apartamentos por andar. Apresenta o hall social com porta de ferro envidraçado e piso em mármore. É servido por três elevadores. APARTAMENTO: De fundos, situado no sétimo pavimento, com área edificada de 145ms2. TERRENO: Onde está edificado o imóvel, encontra-se descrito, caracterizado e confrontado na matricula supramencionada.

 

DA AVALIAÇÃO:Assim, avaliado o bem acima descrito, indiretamente na data de 08/12/2011, conforme fls. 116, e ratificado às fls. 129, no valor de R$ 1.500.000,00 (um milhão e quinhentos mil reais), correspondentes a 659.282,7004 UFIR, que atualizadas nesta data perfaz o valor de R$ 2.171.611,28 (Dois milhões e cento e setenta e um mil e seiscentos e onze reais e vinte e oito centavos).

DOS DÉBITOS NAS MATRÍCULAS DO IMÓVEL:Cientes os interessados sobre a existência de débitos de IPTU, cujo valor aproximado, conforme Certidão enfitêutica emitida em 18/01/2018 é de aproximadamente R$ 81.199,78 (Oitenta e um mil e cento e noventa e nove reais e setenta e oito centavos). Constam débitos de FUNESBOM, cujo valor aproximado é de R$ 140,16 (Cento e quarenta reais e dezesseis centavos). Constam débitos de condomínio no valor de R$ 272.683,56 (Duzentos e setenta e dois mil e seiscentos e oitenta e três e sessenta e seis centavos, atualizados na data de Julho de 2017. Informações atualizadas sobre os débitos de IPTU, Condomínio e Outros, bem como apresentação das Certidões e R.G.I. do(s) imóvel(is), serão apresentadas no ato do leilão.

 

DAS ANOTAÇÕES E REGISTROS NA MÁTRICULA DO IMÓVEL:Ciente os interessados que conforme certidão atualizada do RGI, o imóvel objeto de leilão encontra-se registrado em nome de VICTOR FERNADES CARREIRA; Consta no R-3 – Penhora do Direito e Ação: Por determinação do Juízo de Direito da 21ª Vara Cível – RJ, contida na certidão de 08.10.2003 e Oficio nº 1345/2005/OF de 26.05.2006, assinado pela M.M. Juíza Drª Ana Lucia Vieira do Carmo Diniz, prenotados no Lª lBC-451384-177 em 11.08.2005, fica registrada a penhora do direito e ação do imóvel desta matrícula, para garantia da dívida no valor de R$5.969,01, face ação movida por CONDOMINIO DO EDIFICIO MAJAH contra FERNANDO NUNES DA COSTA, brasileiro, advogado e sua mulher ANA MARGARIDA DE AZEVEDO ALMEIDA NUNES COSTA, brasileira, CPF: 461.887-15, casados, residentes nesta cidade, através do processo nº 1997.001.041633-7. Rio de Janeiro, 14 de Julho de 2006. Constam as seguintes prenotações: Penhora – Ofício nº 1397/976 da 37ª Vara Cível de 01/08/1997 sob o nº 354727 em 19/08/1998; Penhora - de 26/07/1998 sob o nº 436960 em 29/06/2004; Penhora – Ofício nº 1019/04 da 59ª Vara de Trabalho de 15/06/2004 sob o nº 444670 em 14/02/2005; Penhora – Ofício nº 149/05 da 3ª Vara de Trabalho de 02/02/2005 sob o nº 448853 em 10/06/2005; Penhora – Oficio da 59ª Vara de Trabalho de 20/04/2005.

 

INFORMAÇÕES ADICIONAIS DO PROCESSO:Ciente os interessados do seguinte: Que as fls. 02/08 constam o início da restauração dos autos; Que às fls. 24 consta uma sentença em 16/12/2003; Que as fls. 27 constam uma apelação por parte do autor; Que as fls. 29 constam uma apelação por parte do réu; Que as fls. 34/37 constam Acórdão reformando a sentença para condenar nas cotas vincendas; Que as fls. 48/60 constam uma intimação para execução dos réus; Que as fls. 52 constam um deferimento da penhora; Que as fls. 53 constam o Termo de Penhora; Que as fls. 153 constam uma juntada da planilha no valor de R$ 171.116,38; Que as fls. 386/387 constam um deferimento do leilão na data de 20/07/2017; Que as fls. 403/417 constam uma planilha atualizada no valor de R$ 272.683,66 em 11/08/2017; Que as fls. 427 constam os embargos restaurados em 12/01/2018. Ciente os interessados que conforme certidão atualizada do RGI, o imóvel objeto de leilão encontra-se registrado em nome de VICTOR FERNADES CARREIRA, contudo, consta escritura definitiva de compra e venda do 6º Oficio de Notas, Livro 5057, fls. 180, Ato 63, datado de 03/05/1993, tendo como Compradores Fernando Nunes da Costa e S/M Ana Margarida de Azevedo Almeida Nunes Costa.

 

DO PAGAMENTO DA ARREMATAÇÃO: 1) À Vista: A arrematação far-se-á mediante o pagamento imediato do preço pelo arrematante ou, no prazo de até 15 (quinze) dias, mediante caução de 25% (vinte e cinco por cento) por meio de guia judicial (art. 892 do CPC);2) Parcelado: Ao optar pelo pagamento parcelado, o arrematante, poderá apresentar ao Leiloeiro a proposta de aquisição do bem, por escrito na forma do Art. 895 do NCPC e seguintes,sempre antes do início de cada leilão, devendo efetuar o pagamento, mediante guia judicial, e o valor das parcelas deverão ser atualizadas, mensalmente, desde a data da arrematação, devendo o montante ser quitado mediante guia de depósito judicial vinculada aos autos.3) A proposta de pagamento do lance à vista sempre prevalecerá sobre as propostas de pagamento parcelado (art. 895, inciso II, § 7º, do CPC). 4)O arrematante deverá pagar ao Leiloeiro, a título de comissão, o valor correspondente a 5% (cinco por cento), que será devido nos caso de arrematação, ou de adjudicação, o qual não está incluso no valor do lance. Outrossim, na hipótese de sustação do leilão por remissão da dívida ou por acordo entre as partes, será devida ao Leiloeiro a sua verba honorária, na forma do Art. 7º, § 3º da Resolução do CNJ nº 236 de 13 de julho de 2016, com reembolso integral das despesas adiantadas para sua realização do leilão.5) Cientes os interessados que o imóvel será vendido livre e desembaraçado de débitos, na forma do Art. 130, § Único, do CTN c/c §1º do art. 908 do NCPC. 6) Ficam intimadas as partes através deste Edital, caso não o sejam pelo Senhor Oficial de Justiça (art. 889 do CPC). 7) O credor pignoratício, hipotecário, anticrético, fiduciário ou com penhora anteriormente averbada, os usufrutuários, o coproprietário de bem indivisível, que não foram intimados pessoalmente, ficam neste ato intimados da realização dos respectivos leilões (art. 889 do CPC). 8) As alienações são feitas em caráter “AD-CORPUS”, sendo que as áreas mencionadas no Edital, catálogos e outros veículos de comunicação, são meramente enunciativas. Os imóveis serão vendidos no estado em que se encontram, não podendo o arrematante alegar desconhecimento de suas condições, características, compartimentos internos, estado de conservação e localização. 9) Compete ao interessado na arrematação, a verificação do estado de conservação dos bens, bem como, em se tratando de bens imóveis de eventuais restrições para construção, averbadas ou não na matrícula ou para construções futuras.

Últimos lances superados
LoginValorDataTipo
Este lote ainda não teve lances superados
Relação de lances por usuário
LoginIPTotal de lancesMaior lance
Este lote ainda não recebeu lances