APARTAMENTO NO PECHINCHA

ModalidadePresencial
Local do leilãoÁtrio do Fórum da Comarca Regional de Jacarepaguá, localizado na Rua Professora Francisca Piragibe, 80 - Taquara, Rio de Janeiro/RJ
Aguardando datas
AberturaFechamentoLance Inicial
--R$ 113.231,35

DO BEM OBJETO DO LEILÃO:Conforme Laudo de Avaliação de Fls. 410/411:Apartamento 301 do bloco 03 situado a Rua Retiro dos Artistas, 607 - Pechicha, Rio de Janeiro, RJ. Matriculado no 9º Ofício do RGI sob o nº 160.305 e na Prefeitura sob o nº 1.827.023-1 e CL nº 036764, com 49m² de área edificada. JUSTIFICATIVA: Aos dias 21 do mÊs de Agosto do ano de 2017, às 09:00, em cumprimento do mandato de Avaliação Indireta compareci na Rua Retiro dos Artistas, 607, bloco 03, Apartamento 301 – Pechincha, onde, após preenchidas as formalidades legais, procedi ao laudio de avaliação em atendimento a ordem judicial constante do mandato de avaliação 2194/2017MND, informando ainda que procedi a avaliação indireta do imóvel com base na diretrizes da corregedoria geral da justiça e das informações e dados colhidos no local e em sites da internet e na documentação digitalizada. Imóvel residencial localizado na Rua retiro dos Artistas, nº 607, bloco 03, apartamento 301 - Pechincha com inscrição do IPTU nº 1827023-1, Logradouro 03676-4, correspondente a fração de 900411708 do respectivo terreno, inscrição no FRE 1827024-9, CL 03676-4. Características e confrontações: O terreno MDE 43,50m de frente, 208,70 à direita, 221,10 à esquerda e 64,40m nos fundos, confrontando com terreno de propriedade da sociedade civil de beneficência do Rio de Janeiro ou sucessores e a esquerda com terreno de Luiza Maria Barbosa e sucessores. Proprietária: Cooperativa habitacional Bandeirantes, com sede nesta cidade, inscrita no CGC nº 42514166/0001-76 e que adquiriu o terreno por compra a Oscar Pinto Nogueira e outro, pelo instrumento particular de 04/02/85 registrado sob o nº R.5 da Matrícula nº 101.909 em 27/02/85 e o apartamento por construção própria averbada sob o nº AV.8 da citada matrícula em 08/09/87, conforme descrito no 9º Registro de Imóveis desta capital, que instruem o presente mandado. DESCRIÇÃO DO IMÓVEL: 02 quartos, sala, banheiro, área de lavanderia e cozinha com área de lazer, garagem e portaria 24hrs.

DA AVALIAÇÃO:Assim, avalio o referido imóvel residencial em R$ 220.000,00 (Duzentos e vinte mil reais), que correspondem a 68.752,14 UFIR, queatualizados perfaz o valor de R$ 226.462,70 (Duzentos e vinte e seis mil, quatrocentos e sessenta e dois reais e setenta centavos).

 

DAS ANOTAÇÕES NA MATRÍCULA DO IMÓVEL:Constam as seguintes anotações na matrícula do imóvel: R.03 –COMPRA E VENDA – A cooperativa habitacional bandeirantes vendeu o imóvel à VERA LÚCIA SOARES.R.04 –HIPOTECA – O imóvel em hipoteca ao BANERJ CRÉDITO IMOBILIÁRIO S/A, no valor de 8.030,98.R.07 –PENHORA – Expedido pela 3ª Vara de Fazenda Pública, fica registrada a penhora em 1º grau do imóvel no valor de R$498,48, a ação movida pelo Município do Rio de Janeiro em face de Vera Lúcia Soares pelo processo 3342/1999;R.08 –PENHORA – Expedido pela 12ª Vara de Fazenda Pública, fica registrada a penhora em 2º grau no valor de R$131,97, a ação movida pelo Município do Rio de Janeiro em face de Vera Lúcia Soares pelo processo 2839/1997;R.09 –Expedida pela 12ª Vara de Fazenda Pública, fica registrada a penhora em 3º grau no valor de R$397,91, a ação de execução fiscal movida pelo Município do Rio de Janeiro em face de Vera Lúcia Soares, pelo processo 2008.001.203880-01.

DOS DÉBITOS DO IMÓVEL:Constam débitos de FUNESBOM no valor aproximado de R$ 183,87 (Cento e oitenta e três reais e oitenta e sete centavos);Débitos de IPTU no valor de R$ 180,91 (Cento e oitenta reais e noventa e um centavos) e débitos de Condomínio no Valor de R$ 64.162,67 (Sessenta e quatro mil, cento e sessenta dois reais e sessenta e sete centavos) atualizados em 07/10/2014. Informações atualizadas sobre os débitos de IPTU, Condomínio e Outros, bem como apresentação das Certidões e R.G.I. do(s) imóvel(is), serão apresentadas no ato do leilão.

DAS INFORMAÇÕES ADICIONAIS DO PROCESSO:Ciente aos interessados que a Ré foi citada da Ação às fls. 107(99) por Oficial de Justiça; Sentença às fls. e-124 (113); Que às fls. 304 foi deferida a penhora do imóvel objeto de leilão; Que o imóvel foi penhorado às fls. 316; Que o réu foi intimado para ciência da Penhora às fls. 365; Que a avaliação do imóvel ocorreu ás fls. 410 em 21/08/2017; Que às fls. e-255 a ré foi citada da execução por publicação e na mesma consta o valor da Execução em R$ 64.16,67 (Sessenta e quatro mil, cento e sessenta e dois reais e sessenta e sete centavos).

APARTAMENTO EM JACAREPAGUÁ

  • APARTAMENTO EM JACAREPAGUÁ
StatusFECHADO
Maior Lance123.000,00
UsuárioPLATEIA
Avaliação226.462,70
Lance mínimo113.231,35
Incremento2.000,00
Área de lances

DO BEM OBJETO DO LEILÃO:Conforme Laudo de Avaliação de Fls. 410/411:Apartamento 301 do bloco 03 situado a Rua Retiro dos Artistas, 607 - Pechicha, Rio de Janeiro, RJ. Matriculado no 9º Ofício do RGI sob o nº 160.305 e na Prefeitura sob o nº 1.827.023-1 e CL nº 036764, com 49m² de área edificada. JUSTIFICATIVA: Aos dias 21 do mÊs de Agosto do ano de 2017, às 09:00, em cumprimento do mandato de Avaliação Indireta compareci na Rua Retiro dos Artistas, 607, bloco 03, Apartamento 301 – Pechincha, onde, após preenchidas as formalidades legais, procedi ao laudio de avaliação em atendimento a ordem judicial constante do mandato de avaliação 2194/2017MND, informando ainda que procedi a avaliação indireta do imóvel com base na diretrizes da corregedoria geral da justiça e das informações e dados colhidos no local e em sites da internet e na documentação digitalizada. Imóvel residencial localizado na Rua retiro dos Artistas, nº 607, bloco 03, apartamento 301 - Pechincha com inscrição do IPTU nº 1827023-1, Logradouro 03676-4, correspondente a fração de 900411708 do respectivo terreno, inscrição no FRE 1827024-9, CL 03676-4. Características e confrontações: O terreno MDE 43,50m de frente, 208,70 à direita, 221,10 à esquerda e 64,40m nos fundos, confrontando com terreno de propriedade da sociedade civil de beneficência do Rio de Janeiro ou sucessores e a esquerda com terreno de Luiza Maria Barbosa e sucessores. Proprietária: Cooperativa habitacional Bandeirantes, com sede nesta cidade, inscrita no CGC nº 42514166/0001-76 e que adquiriu o terreno por compra a Oscar Pinto Nogueira e outro, pelo instrumento particular de 04/02/85 registrado sob o nº R.5 da Matrícula nº 101.909 em 27/02/85 e o apartamento por construção própria averbada sob o nº AV.8 da citada matrícula em 08/09/87, conforme descrito no 9º Registro de Imóveis desta capital, que instruem o presente mandado. DESCRIÇÃO DO IMÓVEL: 02 quartos, sala, banheiro, área de lavanderia e cozinha com área de lazer, garagem e portaria 24hrs.

DA AVALIAÇÃO:Assim, avalio o referido imóvel residencial em R$ 220.000,00 (Duzentos e vinte mil reais), que correspondem a 68.752,14 UFIR, queatualizados perfaz o valor de R$ 226.462,70 (Duzentos e vinte e seis mil, quatrocentos e sessenta e dois reais e setenta centavos).

 

DAS ANOTAÇÕES NA MATRÍCULA DO IMÓVEL:Constam as seguintes anotações na matrícula do imóvel: R.03 –COMPRA E VENDA – A cooperativa habitacional bandeirantes vendeu o imóvel à VERA LÚCIA SOARES.R.04 –HIPOTECA – O imóvel em hipoteca ao BANERJ CRÉDITO IMOBILIÁRIO S/A, no valor de 8.030,98.R.07 –PENHORA – Expedido pela 3ª Vara de Fazenda Pública, fica registrada a penhora em 1º grau do imóvel no valor de R$498,48, a ação movida pelo Município do Rio de Janeiro em face de Vera Lúcia Soares pelo processo 3342/1999;R.08 –PENHORA – Expedido pela 12ª Vara de Fazenda Pública, fica registrada a penhora em 2º grau no valor de R$131,97, a ação movida pelo Município do Rio de Janeiro em face de Vera Lúcia Soares pelo processo 2839/1997;R.09 –Expedida pela 12ª Vara de Fazenda Pública, fica registrada a penhora em 3º grau no valor de R$397,91, a ação de execução fiscal movida pelo Município do Rio de Janeiro em face de Vera Lúcia Soares, pelo processo 2008.001.203880-01.

DOS DÉBITOS DO IMÓVEL:Constam débitos de FUNESBOM no valor aproximado de R$ 183,87 (Cento e oitenta e três reais e oitenta e sete centavos);Débitos de IPTU no valor de R$ 180,91 (Cento e oitenta reais e noventa e um centavos) e débitos de Condomínio no Valor de R$ 64.162,67 (Sessenta e quatro mil, cento e sessenta dois reais e sessenta e sete centavos) atualizados em 07/10/2014. Informações atualizadas sobre os débitos de IPTU, Condomínio e Outros, bem como apresentação das Certidões e R.G.I. do(s) imóvel(is), serão apresentadas no ato do leilão.

DAS INFORMAÇÕES ADICIONAIS DO PROCESSO:Ciente aos interessados que a Ré foi citada da Ação às fls. 107(99) por Oficial de Justiça; Sentença às fls. e-124 (113); Que às fls. 304 foi deferida a penhora do imóvel objeto de leilão; Que o imóvel foi penhorado às fls. 316; Que o réu foi intimado para ciência da Penhora às fls. 365; Que a avaliação do imóvel ocorreu ás fls. 410 em 21/08/2017; Que às fls. e-255 a ré foi citada da execução por publicação e na mesma consta o valor da Execução em R$ 64.16,67 (Sessenta e quatro mil, cento e sessenta e dois reais e sessenta e sete centavos).

DAS ADVERTÊNCIAS:1 - Ficam intimadas as partes através deste Edital, caso não o sejam pelo Senhor Oficial de Justiça (art. 889 do CPC). 2 - O credor pignoratício, hipotecário, anticrético, fiduciário ou com penhora anteriormente averbada, os usufrutuários, o coproprietário de bem indivisível, que não foram intimados pessoalmente, ficam neste ato intimados da realização dos respectivos leilões (art. 889 do CPC). 3 – As alienações são feitas em caráter “AD-CORPUS”, sendo que as áreas mencionadas nos Editais, catálogos e outros veículos de comunicação, são meramente enunciativas. Os imóveis serão vendidos no estado em que se encontram, não podendo o arrematante alegar desconhecimento de suas condições, características, compartimentos internos, estado de conservação e localização. 4 - Compete ao interessado na arrematação, a verificação do estado de conservação dos bens, bem como, em se tratando de bens imóveis de eventuais restrições para construção, averbadas ou não na matrícula ou para construções futuras. 5 - Assinado o auto de arrematação pelo juiz, pelo arrematante e pelo leiloeiro, a arrematação considerar-se-á perfeita, acabada e irretratável, ainda que venham a ser julgados procedentes os embargos do executado. (art. 903 do CPC). 6 - Se o arrematante não honrar com o pagamento referido no prazo mencionado, configurar-se-á a desistência da arrematação, ficando impedido de participar de novos leilões judiciais (art. 897 do CPC), aplicando-se lhe multa, o qual se reverterá em favor do credor, e responder pelas despesas processuais respectivas, bem como pela comissão do leiloeiro. 7 - Violência ou fraude em arrematação judicial - Art. 358 do Código Penal. Impedir, perturbar ou fraudar arrematação judicial; afastar ou procurar afastar concorrente ou licitante, por meio de violência, grave ameaça, fraude ou oferecimento de vantagem: Pena – detenção, de dois meses a um ano, ou multa, além da pena correspondente à violência.

DO PAGAMENTO DA ARREMATAÇÃO: 1. À Vista: A arrematação far-se-á mediante o pagamento imediato do preço pelo arrematante ou, no prazo de até 15 (quinze) dias, mediante caução de 25% (vinte e cinco por cento) por meio de guia judicial (art. 892 do CPC) e a complementação em até 15 (quinze) dias;2.Parcelado: Ao optar pelo pagamento parcelado, o arrematante, poderá apresentar proposta de aquisição do bem, por escrito na forma do Art. 895 do NCPC e seguintes,sempre antes do início de cada leilão, e sendo aceita a proposta pelo Juízo, deverá efetuar o pagamento, mediante guia judicial, e o valor das parcelas deverão ser atualizado, mensalmente, desde a data da arrematação, pelo INPC, devendo o montante ser quitado mediante guia de depósito judicial vinculada aos autos.3. A proposta de pagamento do lance à vista sempre prevalecerá sobre as propostas de pagamento parcelado (art. 895, inciso II, § 7º, do CPC).4. O arrematante deverá pagar ao Leiloeiro, o valor correspondente a 5% de comissão ao Leiloeiro, que será devido nos caso de arrematação ou adjudicação, o qual não está incluso no montante do lance.4.1.Outrossim, na hipótese de sustação do leilão por remissão da dívida ou por acordo entre as partes, e caso já tenha ocorrido o início dos trabalhos referido leilão, será devida a verba honorária de 5% ao Leiloeiro, na forma do Art. 7º, § 3º da Resolução do CNJ nº 236 de 13 de julho de 2016, com reembolso integral das despesas adiantadas para sua realização.5.Cientes os interessados que o imóvel será vendido livre e desembaraçado de débitos, na forma do Art. 130, § Único, do CTN c/c §1º do art. 908 do NCPC.6.Em relação à preferência na arrematação, observar-se-á o artigo 892, §§ 2º e 3º, do CPC e quando for o caso observar-se-á 1322 do CC, para condôminos.

E para que chegue ao conhecimento de todos os interessados, foi expedido o presente, para cautelas de estilo. Ficando o(s) Executado(s)/Condôminos(s) intimado(s) da hasta pública se não for(em) encontrado(s) por intermédio deste Edital na forma do art. 889, 892 do NCPC. O edital se encontra disponibilizado na rede mundial de computadores (site do Leiloeiro:www.alexandroleiloeiro.com). Rio de Janeiro, 31 de outubro de 2018. Eu _________________________ T.J.J. datilografei e Eu _________________________ , titular subscrevo. (ass)JANE CARNEIRO SILVA DE AMORIM– Juiz(a) de Direito.

16/0053-1

Últimos lances superados
LoginValorDataTipo
Este lote ainda não teve lances superados
Relação de lances por usuário
LoginIPTotal de lancesMaior lance
PLATEIA200.139.**.***1R$ 123.000,00